top of page
  • Foto do escritorLaveco Marketing

Alerta: Estudantes da área da saúde ainda precisam "aprender" a lavar as mãos com frequência.

Atualizado: 14 de mar.

Sabemos que o conceito de higiene das mãos não é novidade no campo da medicina, não é mesmo?


A higiene adequada das mãos é um elemento chave na redução do risco de transmissão

de doenças, incluindo a disseminação de infecções para profissionais da área da saúde .


Incentivar a higiene efetiva das mãos pode minimizar a disseminação de agentes infecciosos e promover a saúde pública e seu conceito entre os estudantes da área.


Você sabia que um estudo foi realizado?


O objetivo desse estudo foi determinar se uma campanha poderia melhorar a higiene das mãos entre estudantes em reuniões extracurriculares que serviam refeições.


E mais de uma organização participou.


Nove organizações participaram do estudo, e um equipamento de lavagem das mãos, como por exemplo, uma Pia Portátil, foi exposto em cada reunião e posteriormente, observados dados básicos de higiene das mãos.




Você sabe qual foi o resultado desse estudo?


Embora a higiene das mãos seja reconhecida como um elemento importante em todos os ambientes de saúde, a mesma permanece pobre entre os prestadores de cuidados de saúde ao atender os pacientes, conforme documentado por estudos, comprovando que apenas 41% se dispuseram a lavar as mãos durante a refeição.


As razões para a má higiene das mãos entre os profissionais de saúde incluem muitos fatores.


Entre esses fatores estão a falta de suprimentos de higiene adequados, alta carga de trabalho, falta de incentivo, falta de diretrizes específicas de higiene das mãos e falta de meios práticos para a lavagem das mãos como uma pia portátil.


Relatórios recentes destacam a necessidade de uma maior ênfase em relação à educação da higiene das mãos entre estudantes de medicina humana e estudos recentes têm demonstrado evidências para apoiar a eficácia de campanhas educacionais entre médicos e estudantes.


Este estudo documentou que campanhas podem auxiliar diretamente a regularidade da higiene das mãos, informando as pessoas que não limpar suas mãos permitem a disseminação de patógenos, conscientização (tornando as pessoas mais conscientes da necessidade de higienizar as mãos), controle de ação (usando dicas e lembretes, como cartazes, para alertar as pessoas a higienizar as mãos) e instalações (fornecendo materiais, como uma pia portátil ou local próximo para facilitar a higienização das mãos).

A higiene consistente e completa das mãos é a medida mais importante para a redução de risco de transmissão de doenças.


Fica claro a partir desses estudos que esses profissionais devem estar mais cientes do risco de doenças infecciosas e serem melhor treinados em formas de mitigar seu risco, incluindo a higiene adequada das mãos, manuseando adequadamente materiais biológicos infecciosos e tomando outras medidas de biossegurança.


Essa consciência e o treinamento podem começar por você, enfatizando a importância da higiene adequada das mãos, em seu meio social, entre amigos e familiares, pois sua ação pode ser crucial para a contenção de doenças.



Interessante, né? A higiene das mãos salva muitas vidas.


Comments


Laveco
bottom of page